Fale conosco

Exame » SEQUENCIAMENTO DO GENE CYP21A2 COM CNV [706630]

A hiperplasia adrenal congênita (HAC), ou hiperplasia congênita da suprarrenal (HCSR), é causada pela deficiência na enzima que participa da síntese do cortisol na glândula adrenal. Principal enzima é a 21-Hidroxilase, codificada pelo gene CYP21. A herança associada a HAC é de caráter autossômico recessivo, afetando 1 a cada 15 mil nascidos vivos. A principal forma de diagnóstico é através de triagem neonatal, pela investigação das mutações no gene da CYP21. Para isso, realiza-se pesquisa das 10 mutações mais freqüentes no gene CYP21, que também são encontradas no pseudogene. O gene CYP21 é amplificado (exon 1 ao 10) através da reação em cadeia da polimerase (PCR), numa segunda etapa uma nova PCR alelo-específica é realizada. Para cada uma das mutações pesquisadas (P30L, I172N, Cluster, Ins T, R356W, Q318X, V281L, P453S e I2 splice) são realizadas duas PCR: a primeira tem como alvo o alelo mutante, enquanto a segunda procura o alelo selvagem. Adicionalmente, para a mutação I2 splice outra etapa de PCR é requerida pois a população normal apresenta dois alemos polimórficos. A décima mutação avaliada neste teste é a Del 8, através de metodologia similar a anterior, mas utilizando DNA genômico para análise. Os alelos sem mutações identificadas são posteriormente seqüenciados para a pesquisa de outras mutações, que apresentam uma freqüência menor.

Pesquisando
Pesquisando

Fale Conosco